Conversa De Preta Itinerante 1ª Edição.

O Projeto Conversa De Preta Itinerante na sua primeira edição no último Sábado (13), abordou o tema com uma turma que marcou presença para falar sobre os feminismos negros e sobre as Pretas que Realizam vários feitos dentro desse sistema capitalista e machista, e compartilharam as suas histórias de vida. O evento aconteceu em parceria com o IBEC (Instituto de Beleza Essência dos Cachos) dentro do Espaço Cultural IBEC e também contou com a audiência atenta de mulheres e homens que foram prestigiar o evento. O Julho das Pretas como sempre é marcado por uma série de atividades que pautam a questão da mulher negra na sociedade não poderia deixar de ser representado pelo Programa Conversa de Preta e o IBEC. Juntxs, resolveram convidar mulheres negras com diferentes lutas e vivências para compor uma roda de conversa em três atos. São diferentes questões que compõem o movimento social e essa pauta não poderia ser levantada no singular, principalmente quando se fala em mulheres negras com as mais diversas histórias e realidades que, a partir de seus lugares de falas, enfrentam o racismo e o sexismo. No primeiro momento da roda contamos com a participação do Coletivo Afaafia, Flavia Santana  e Sâmara Azevedo, que fizeram parte da roda de conversa. A mediação ficou por conta  da Apresentadora Dina Lopes. As múltiplas e simultâneas opressões a toda a população afrodescendente exigem das mulheres multiplicidades de ações e também simultâneas. No segundo momento da roda sob a mediação de Dina Lopes tivemos a participação de Sirlene Assis, Ivana Sena, Lívia Ferreira, Anne Rodrigues e Eliana Aquino, mulheres  que travam diversas lutas pelo movimento a mulheres negras, uma vez que estas mulheres  são as maiores vítimas da violência como um todo. No terceiro momento da roda tivemos Alice de Sanaya, Josy Andrade e Maria Felipe, são mulheres que articulam inúmeras ações de resistência, principalmente com e para as mulheres periféricas. A lista das mulheres negras brasileiras que lutam contra a opressão racial, sexual, heterossexual, LGBT e de classe é extensa, diversa e não se encerra nestas acima citadas. Pelo contrário, são somativas e se complementam. Você vai conferir a historia de cada uma delas no Programa Conversa de Preta Itinerante 1ª Edição, no dia 22 de Julho ás 20 horas na TV Kirimurê 10.2 canal da Cidadania.

Por Adriana Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *